Os Fatos Mais Marcantes Da História Do Palmeiras

Os Fatos Mais Marcantes Da História Do Palmeiras

Felipe Felipe 20 maio 2020

O “Verdão”, como o time foi carinhosamente apelidado pelos seus torcedores, é a “Sociedade Esportiva Palmeiras”, fruto do empenho de imigrantes italianos no distante ano de 1914 – mais especificamente no dia 26 de agosto desse ano.

O curioso é que o clube nasceu “Palestra Itália”, mas por força dos acontecimentos da 2ª Guerra Mundial, em que o Brasil escolheu a Itália como inimigo, obviamente que não cabia usar a marca em um clube essencialmente popular e formado por imigrantes que agora tinham a “alma brasileira.”

O tempo passou e os anos 40 marcaram a consolidação da Sociedade Esportiva Palmeiras como uma das candidatas a tornar-se potência do futebol brasileiro!

E foi o que aconteceu! Pois o clube chegou aos dias atuais como o maior campeão de títulos nacionais do país, uma das 4 maiores marcas do futebol, uma das 4 maiores torcidas brasileiras, entre outras conquistas que são o orgulho da comunidade “alviverde.”

Segue, portanto, uma lista com algumas das maiores curiosidades e fatos marcantes acerca da história da Sociedade Esportiva Palmeiras. Algumas delas parte da chamada “lenda urbana do futebol brasileiro”, tal o caráter surreal e singular desses relatos.

Receba Novidades

1.A cor vermelha

Como todos nós sabemos, as cores do Palmeiras são o verde e o branco. Mas o que muita gente não sabe é que durante 30 anos (até os eventos da 2ª Guerra Mundial) o time era tricolor! (branco, verde e vermelho).

O que ocorreu foi que a semelhança que essas cores faziam com a bandeira da Itália certamente não convinha, especialmente por tratar-se naquela altura de um país inimigo.

Mas isso ficou como parte do passado! Pois hoje ninguém tem dúvidas de que o “alviverde” é praticamente uma marca do clube, que logo identifica a Sociedade Esportiva Palmeiras como um dos símbolos da tradição italiana na cidade de São Paulo.

2.Muito além dos gramados!

Outros fatos marcantes acerca da história da Sociedade Esportiva Palmeiras dizem respeito à sua influência na cultura popular brasileira.

O que se diz por exemplo é que o termo “torcedor corneteiro” teria sido originado de uma “homenagem” da torcida aos outros torcedores da fábrica de instrumentos musicais “A Corneta”, que sempre que tinham uma brecha logo corriam para assistir aos jogos do time, como um grupo bastante exigente, que não demoraria a chamar a atenção dos demais.

Outra curiosidade, é que o termo “acabar em pizza” também seria um “presente” da nação alviverde para a cultura popular. E o que se sabe é que o fato que eternizou o termo foi até bastante prosaico.

Durante uma tensa reunião, regada à bastantes palavrões e algumas doses extras de insultos, alguém teve a ideia de amenizar os ânimos com algumas garrafas de vinho, cervejas e cerca de 20 pizzas gigantes!

Resultado? Ânimos apaziguados! Soluções encontradas! E, no dia seguinte, na manchete de capa do “Gazeta Esportiva”, estava lá, em letras garrafais: “Crise do Palmeiras acabou terminando em pizza”. Estava, pois, batizado para sempre o termo.

3.O maior conquistador de títulos nacionais

Os torcedores da Sociedade Esportiva Palmeiras gabam-se de torcer para o time com o maior número de títulos nacionais (considerados os mais importantes) do futebol brasileiro.

São 10 títulos de campeão brasileiro, 3 Copas do Brasil, 1 Copa dos Campeões – sem contar os 22 títulos paulistas, além de outros com menor expressão.

E de todas as disputas das quais participou (oficiais e criadas no Brasil), o alviverde tem títulos em todas, como um dos maiores vencedores de toda a América Latina.

Mas, sem dúvida, o grande “xodó” da torcida é hoje o famoso mundial disputado em 1951, vencido, e atualmente reconhecido desde 2014, apesar das polêmicas resultantes do fato de não ter sido um torneio realizado pelo órgão.

4.O dia do Palmeiras!

É isso mesmo o que vocês acabaram de ler! Desde a entrada em vigor da Lei nº 14.060, o dia 20 de setembro é feriado municipal na cidade de São Paulo.

É o “Dia da Sociedade Esportiva Palmeiras”; agora celebrado todos os anos dentro do calendário de feriados da capital paulista desde o ano de 2005.

De acordo com a lei, em seu art.1º, “Fica instituído o Dia da Sociedade Esportiva Palmeiras, a ser comemorado anualmente em 20 de setembro, que passa a integrar o Calendário Oficial do Município.

Difícil é conseguir convencer os trabalhadores das demais torcidas a respeitarem o feriado (o que a economia da cidade agradece), enquanto os palmeirenses apenas saboreiam mais essa conquista!

Receba Novidades

5.A seleção brasileira do Palmeiras

Essa é outra curiosidade e fato marcante acerca da história do Palmeiras, e que até tornou-se lendária.

O que a história nos conta é que no dia 7 de setembro de 1965 uma partida foi marcada entre a Seleção Brasileira e o Uruguai com o intuito de inaugurar o Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão. E por um desses eventos que só o futebol pode proporcionar, a seleção brasileira foi, na verdade, o time do Palmeiras inteiro com a camisa verde-amarela.

Mas a curiosidade não fica por aí! Não satisfeitos em emprestar o seu time para a seleção, o Palmeiras também emprestou seu técnico, massagista, roupeiro… e toda a delegação para o confronto. Sendo a primeira vez que algo assim acontece no Brasil.

E engana-se quem pensa que a história do Palmeiras com a Seleção Brasileira ficou só nisso! Pois saibam que o clube é, juntamente com o São Paulo, um dos dois únicos a terem jogadores campeões em todos os títulos das cinco Copas do Mundo vencidas pela seleção; além de 6 dos 22 jogadores convocados para a Copa de 74!

Tornando-se um dos eventos que marcam, definitivamente, a história do futebol mundial e da Sociedade Esportiva Palmeiras.

6.O Palmeiras e os seus rivais!

Para que vocês tenham uma ideia de a que ponto chega a rivalidade entre Palmeiras e Corinthians, consta que ela já existe antes mesmo dos dois clubes terem se enfrentado em uma partida!

Por mais incrível que seja acreditar, eles não precisaram de nenhum confronto para eternizarem a rixa, pois ela ocorria entre as torcidas, que já eram as maiores do estado no início do século XX, mesmo sem terem a primazia na conquista dos títulos, que ficavam quase sempre com o lendário “Paulistano”, que curiosamente seria o embrião para a criação do São Paulo Futebol Clube.

Aliás, com relação a esse último, não faltam curiosidades e fatos marcantes que ajudam a construir a história da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Reza a lenda (que é bem verdadeira) que a rixa entre São Paulo e Palmeiras é na verdade uma inimizade, um ódio mortal, que existe desde a criação dos clubes, fundada na diferença entre os pobres imigrantes italianos que criaram o Palmeiras e os “quatrocentões” paulistas, membros da “elite” da cidade, que foram os responsáveis diretos pela criação do São Paulo.

Consta que até mesmo “espionagem”, “tramas de subterrâneos” e “complôs de guerra” estariam envolvidos na suposta tentativa do São Paulo de dar fim ao Palestra Itália, na ocasião da 2ª Guerra, por meio, inclusive, da desapropriação de bens móveis e imóveis do clube.

Gostou desse artigo? Deixe a resposta na forma de um comentário. E aguarde as nossas próximas publicações.

Fontes:

http://www.palmeiras.com.br/historia/linhadotempo/1941-50

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/2014/07/separados-no-nascimento-lendas-e-fatos-da-ligacao-entre-verdao-e-timao.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Sociedade_Esportiva_Palmeiras

http://globoesporte.globo.com/futebol/selecao-brasileira/noticia/2013/06/com-time-do-palmeiras-brasil-ja-bateu-uruguai-no-mineirao.html

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.