Conheça Os Recordes do Campeonato Paulista

Conheça Os Recordes do Campeonato Paulista

Flavio Flavio 20 maio 2020

Antes de tratarmos dos principais recordes do Campeonato Paulista de Futebol, cumpre aqui lembrarmos um pouco da história do torneio, que começa a partir da iniciativa do esportista Charles Miller, o lendário “inventor” do futebol brasileiro, desde que, em uma passagem pela Inglaterra, descobriu o que, mais tarde, se tornaria o esporte mais popular do mundo.

A data de estreia do futebol profissional no Brasil foi o ano de 1901, mais especificamente aos 14 de dezembro, quando ele criou a “Liga Paulista de Foot-Ball”, naquela oportunidade composta apenas por São Paulo Athletic (o primeiro campeão), Mackenzie, Paulistano, Internacional e Germânia.

O ano de 1902 marcou o início da primeira disputa, que teve como campeão o São Paulo Athletic, clube formado pela elite econômica da cidade de São Paulo, e curiosamente com o próprio Miller como artilheiro, em um dos fatos mais curiosos da história do futebol

O atual modelo do torneio data do ano de 1941, quando passou a ser organizado pela Federação Paulista de Futebol, para consolidar-se como a maior competição do futebol brasileiro; tendo, inclusive, os maiores campeões nacionais: Santos e Palmeiras, além de alguns dos maiores recordes, não só do campeonato paulista como também do nacional.

Segue, portanto, uma lista com algumas das marcas mais significativas da liga ao longo da sua história. Marcas e recordes quase lendários e que, verdadeiramente, são o espelho da tradição futebolística de um povo que tem no futebol a expressão da sua essência.

Receba Novidades

1.Primeiro campeonato

O primeiro torneio de futebol profissional disputado no Brasil foi o Campeonato Paulista (ou “Paulistão”) de 1933. E o campeão foi o Palestra Itália, com um placar de 1 a 0 sobre o São Paulo, no que seria o pontapé inicial para uma história de hegemonia dos palestrinos jamais alcançada.

Mas o fator decisivo para o início das atividades foi o fim da Liga Paulista de Foot-Ball, em 1930, para dar lugar à Liga Bandeirantes de Futebol, que já via despontar o Palestra Itália e o Corinthians como as principais forças do estado e duas das mais importantes do país àquela altura.

Foi somente depois – bem depois – que São Paulo e Santos começaram a mostrar que a disputa pelo melhor time paulista seria disputadíssima; e até hoje sem ter quem saiba apontar, verdadeiramente, o maior clube de futebol do estado.

2.Os recordes nos números do Campeonato Paulista de Futebol

Nos anos 60 o Santos de Pelé tornou-se praticamente imbatível. O clube foi campeão de todas as edições entre 61 e 65, e ainda tendo o “Rei” como o atleta com o maior número de gols numa edição do torneio: 58 gols marcados, curiosamente, no campeonato de 1958.

Mas, não contente com a marca, Pelé ainda foi o artilheiro em todas as edições, de 57 a 65, em um dos feitos mais notáveis da história do futebol mundial, e que até hoje busca um jogador que se lhe compare em números, recordes e marcas alcançadas ao longo dos seus quase 20 anos de futebolista profissional.

Já o maior campeão é o Sport Clube Corinthians Paulista, com 30 títulos, absoluto na liderança, sendo apenas observado de longe por Palmeiras (22), Santos (22) e São Paulo (21), mesmo após aquele quase lendário jejum de 23 anos, que em nada afetou a sua hegemonia no estado, de forma verdadeiramente impressionante.

Os outros campeões são o Paulistano (11), São Paulo Athletic (4), Portuguesa (3), Associação Atlética das Palmeiras (3), entre outros campeões menos expressivos.

O Campeonato Paulista também apresenta como recorde as 5 vezes em que o Corinthians foi campeão invicto (1914, 1916, 1929, 1938, 2009). Apresenta, também, o Pelé como o atleta mais vezes artilheiro (11), seguido por Friedenreich (9).

A maior goleada do torneio ocorreu no distante ano de 1920, quando o campeonato ainda não tinha sequer completado duas décadas, mas já tinha os seus principais representantes, como o temido “Paulistano”, clube da elite econômica paulistana, que naquele ano aplicou uma verdadeira lavada de 12 a 0 na também bastante tradicional Associação Atlética das Palmeiras.

Outros números dizem respeito ao lendário tetracampeonato do Paulistano (1916-17-18-19), além do maior público da história do torneio: o do não menos lendário título do Corinthians no ano de 1977, em pleno Morumbi, após a famosa “fila” de 23 anos sem conquistar o título do Campeonato Paulista de Futebol.

O curioso é que os cerca de 146.082 pagantes foi o público de 1 das 3 partidas que dariam a vitória ao clube, justamente o da derrota por 2 a 1 para a Ponte Preta, em um dos jogos mais envoltos em místicas e lendas da história do futebol.

Receba Novidades

Além dos recordes, outras curiosidades do Campeonato Paulista de Futebol

Como não poderia ser diferente, o campeonato mais rico e valorizado do futebol brasileiro também é um dos mais envoltos em lendas, místicas e curiosidades dentre todos.

Tornou-se lendário, por exemplo, o título de 1973 dado a duas equipes: Santos e Portuguesa, graças a um erro de contagem dos penaltes que decidiram a disputa naquele ano.

Consta que o árbitro Armando Marques encerrou as cobranças com um placar de 2 a 0 para o “peixe”, o que o definiu como campeão. O problema é que a Portuguesa ainda tinha duas cobranças por fazer, o que acabou resultado na singularidade de ser o título dado a dois clubes por um motivo não menos singular; o que apenas comprova o caráter quase fantástico do futebol que era disputado no Brasil.

Também tornou-se lendária a decisão do ano de 1990, quando duas equipes do interior, Novo Horizontino e Bragantino, disputaram pela primeira vez uma decisão onde não havia pelo menos um clube da capital. A decisão coroou o Bragantino como campeão, comandado pelo técnico Wanderley Luxemburgo, que seria, no futuro, o maior campeão brasileiro da história.

Completam algumas das principais curiosidades (além dos recordes) do Campeonato Paulista de Futebol, a artilharia do torneio, que pertence a Pelé (como não poderia ser diferente) com 470 gols, além da maior goleada, os 12 a 0 do Paulistano sobre a Associação Atlética das Palmeiras. Entre inúmeras outras marcas que, definitivamente, fazem da disputa um dos mais tradicionais eventos esportivos do mundo.

Essa foi a nossa lista com alguns dos principais recordes da história do Campeonato Paulista de Futebol. Mas gostaríamos que nos deixasse a sua, por meio de um comentário, logo abaixo. E continue compartilhando, questionando, discutindo, refletindo e aproveitando-se das nossas publicações.

Fique por dentro

Receba as novidades no seu e-mail.

icone newsletter
banner lateral

Encontre o plano ideal para você.

Veja os planos

Selecionamos os melhores planos de telefonia, internet e tv por assinatura para o seu perfil.